Em 2012-09-09 23:16:00 - Por São Luís - Metendo o Bedelho

Posted on setembro 9, 2012 by Caio Hostilio
O juiz da 2ª Zona Eleitoral, Jesus Guanaré de Souza Borges, determinou hoje que a coligação do candidato Washington Luiz (PT) tire do ar as inserções em que acusa o candidato do PTC, Edivaldo Holanda Júnior, por ações negativas na Câmara Federal. Acusa?

Segundo o blog do jornalista Marco D’Eça, o juiz diz que as veiculações são caluniosas? Então seria providencial que o meritíssimo buscasse antes de tomar sua decisão, as votações da Câmara, haja vista que o Holandinha votou contra o aumento do salário mínimo é contra o Código Florestal.

Isso está mais para censura!!! Seria influência de um ex-togado???

Vamos as votações:

Confira como foi a votação: “sim” significa que aprovou o salário de R$ 560 e “não” significa que rejeitou. Só irei até o nome do deputado Edivaldo. 120 deputados votaram sim e 361, não.

Abelardo Lupion DEM PR Sim
Acelino Popó PRB BA Não
Adrian PMDB RJ Não
Aelton Freitas PR MG Não
Afonso Hamm PP RS Não
Agnolin PDT TO Não
Aguinaldo Ribeiro PP PB Não
Alberto Filho PMDB MA Não
Alberto Mourão PSDB SP Sim
Alceu Moreira PMDB RS Não
Aldo Rebelo PCdoB SP Não
Alessandro Molon PT RJ Não
Alex Canziani PTB PR Não
Alexandre Leite DEM SP Sim
Alexandre Roso PSB RS Não
Alexandre Santos PMDB RJ Não
Alfredo Kaefer PSDB PR Sim
Alfredo Sirkis PV RJ Abstenção
Alice Portugal PCdoB BA Não
Aline Corrêa PP SP Não
Almeida Lima PMDB SE Não
Amauri Teixeira PT BA Não
Ana Arraes PSB PE Não
Anderson Ferreira PR PE Não
André Dias PSDB PA Sim
André Figueiredo PDT CE Não
Andre Moura PSC SE Não
André Vargas PT PR Não
André Zacharow PMDB PR Não
Andreia Zito PSDB RJ Sim
Angelo Vanhoni PT PR Não
Aníbal Gomes PMDB CE Não
Anthony Garotinho PR RJ Não
Antônia Lúcia PSC AC Não
Antônio Andrade PMDB MG Não
Antonio Balhmann PSB CE Não
Antonio Brito PTB BA Não
Antonio Bulhões PRB SP Não
Antônio Carlos Biffi PT MS Não
Antonio Carlos Magalhães Neto DEM BA Sim
Antonio Carlos Mendes Thame PSDB SP Sim
Antonio Imbassahy PSDB BA Sim
Antônio Roberto PV MG Não
Aracely de Paula PR MG Não
Ariosto Holanda PSB CE Não
Arlindo Chinaglia PT SP Não
Armando Vergílio PMN GO Não
Arnaldo Faria de Sá PTB SP Sim
Arnaldo Jardim PPS SP Sim
Arnaldo Jordy PPS PA Sim
Arnon Bezerra PTB CE Não
Arolde de Oliveira DEM RJ Sim
Arthur Lira PP AL Não
Arthur Oliveira Maia PMDB BA Não
Artur Bruno PT CE Não
Assis Carvalho PT PI Não
Assis do Couto PT PR Não
Assis Melo PCdoB RS Não
Átila Lins PMDB AM Não
Audifax PSB ES Não
Augusto Carvalho PPS DF Sim
Augusto Coutinho DEM PE Sim
Aureo PRTB RJ Não
Benedita da Silva PT RJ Não
Benjamin Maranhão PMDB PB Não
Berinho Bantim PSDB RR Sim
Bernardo Santana de Vasconcellos PR MG Não
Beto Faro PT PA Não
Beto Mansur PP SP Não
Bonifácio de Andrada PSDB MG Sim
Bruna Furlan PSDB SP Sim
Bruno Araújo PSDB PE Sim
Camilo Cola PMDB ES Não
Cândido Vaccarezza PT SP Não
Carlaile Pedrosa PSDB MG Sim
Carlos Alberto Leréia PSDB GO Não
Carlos Bezerra PMDB MT Não
Carlos Brandão PSDB MA Sim
Carlos Eduardo Cadoca PSC PE Não
Carlos Magno PP RO Não
Carlos Sampaio PSDB SP Sim
Carlos Souza PP AM Não
Carlos Zarattini PT SP Não
Celia Rocha PTB AL Não
Celso Maldaner PMDB SC Não
Cesar Colnago PSDB ES Sim
César Halum PPS TO Sim
Chico Alencar PSOL RJ Sim
Chico Dangelo PT RJ Não
Chico das Verduras PRP RR Não
Chico Lopes PCdoB CE Não
Cida Borghetti PP PR Não
Claudio Cajado DEM BA Sim
Cláudio Puty PT PA Não
Cleber Verde PRB MA Não
Cristiano PTdoB RJ Não
Dalva Figueiredo PT AP Não
Damião Feliciano PDT PB Não
Daniel Almeida PCdoB BA Não
Danilo Forte PMDB CE Não
Danrlei De Deus Hinterholz PTB RS Não
Darcísio Perondi PMDB RS Não
Davi Alcolumbre DEM AP Sim
Davi Alves Silva Júnior PR MA Não
Delegado Protógenes PCdoB SP Não
Devanir Ribeiro PT SP Não
Diego Andrade PR MG Não
Dilceu Sperafico PP PR Não
Dimas Fabiano PP MG Não
Dimas Ramalho PPS SP Sim
Domingos Dutra PT MA Não
Domingos Neto PSB CE Não
Domingos Sávio PSDB MG Sim
Dr. Adilson Soares PR RJ Não
Dr. Aluizio PV RJ Abstenção
Dr. Carlos Alberto PMN RJ Não
Dr. Grilo PSL MG Não
Dr. Jorge Silva PDT ES Não
Dr. Paulo César PR RJ Não
Dr. Rosinha PT PR Não
Dr. Ubiali PSB SP Não
Duarte Nogueira PSDB SP Sim
Dudimar Paxiúba PSDB PA Sim
Edinho Araújo PMDB SP Não
Edinho Bez PMDB SC Não
Edio Lopes PMDB RR Não
Edivaldo Holanda Junior PTC MA Não
Edmar Arruda PSC PR Não
Isso é censurar ou não? Reveja sua decisão!!!

Agora, vamos a lista dos deputados que votaram contra o Código Florestal, isso por estado… Vou citar apenas os deputados do Maranhão que votaram contra:

Maranhão
Waldir Maranhão
Cleber Verde
Domingos Dutra
Edivaldo Holanda Junior
Sarney Filho

Ainda tem dúvidas?

Sobre a CPI do Cachoeira, o deputado Holandinha realmente não assinou no ato, deixando para assinar sob pressão depois por requerimento, conforme abaixo:

Enquanto isso, o Jornal “O Globo” fez a lista daqueles que não assinaram a CPI. Foram 117 parlamentares que não apoiaram a CPI. Entre os que não assinaram vou citar apenas os do Maranhão.

Edivaldo Holanda Junior (PTC-MA)
Cleber Verde (PRB-MA)
Davi Alves Silva Junior (PR-MA)
Nice Lobão (PSD-MA)
Zé Vieira (PR-MA)

Leia Mais.

Em 2012-09-03 21:01:00 - Por São Luís - Metendo o Bedelho

Caramba!!! No entorno de Brasília, principalmente em Valparaiso, em Anápolis e em Goiania, a coisa deve está preta!!! Se Perillo aparecer, o candidato do seu grupo cai pra zero!!!
João Valadares

Enfraquecido pelo bombardeio de informações que ligam seu nome ao esquema montado pelo bicheiro Carlinhos Cachoeira, o governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), ainda não deu as caras para valer na campanha política dos aliados. Nem mesmo no interior do estado, onde historicamente tem uma imagem bastante forte.

Alguns partidários reconhecem que o golpe foi duro e, por isso, é necessário um tempo até que tudo volte ao normal. Na capital, o candidato de Perillo, deputado federal Jovair Arantes (PTB), declarou que o apoio é extremamente bem-vindo, no entanto, ainda não decidiu se vai utilizar depoimento do governador no seu horário eleitoral.

Jovair, que aparece em terceiro colocado nas pesquisas de intenção de voto, esquivou-se quando perguntado por que ainda não tinha utilizado a imagem de Perillo na propaganda. Sem perceber, acabou fazendo uma analogia desastrosa. “Não sei se vou usar. Só se for preciso. Você vai perguntar também ao prefeito Paulo Garcia (PT) se ele vai utilizar Delúbio Soares (réu do mensalão) na campanha?”, questionou.

Até agora, o governador compareceu a apenas dois atos públicos de campanha de Jovair. A própria assessoria de imprensa de Marconi Perillo confirma que ele ainda não tem participado efetivamente da campanha neste ano, mas alega que não é pela resistência dos aliados, e sim pela atribulada campanha administrativa.

Me engana que eu gosto!!!

Leia Mais.

Em 2012-09-03 12:08:00 - Por São Luís - Metendo o Bedelho

Isso me fez buscar a mitologia grega!!! Hebe é a deusa da Juventude… Era filha de Zeus e Hera, e tinha a eternidade da juventude.

Flávio Dino sabe que é difícil acima dos 40 anos querer passar amigem de novo de mudança em alguma coisa, ainda mais tendo conhecimento que não representa nenhuma mudança política, visto que sua curta história o delata de imediato como a mesmice, principalmente por não deixar de manter relações estreitas com Humberto Coutinho, Tema, Dedé Macedo, Zé Arlindo, José Reinaldo, Rubens Pereira e Cia.

Sabe, ainda, que não representa novidade nenhuma em gestão pública, pois foi o seu partido um dos incentivadores para a implantação da Lei do Cão, visto que comandava o Sindicado dos Professores, com Odair José, além dele mesmo, como deputado federal, ter se omitido. Quanto aos seus discursos sobre administração, fica evidente o seu total desconhecimento na área.

Mas não deixa de querer ser o representante do novo, da mudança, da juventude!!! Quanta ousadia!!! Então escolheu Holandinha como candidato à Prefeitura de São Luís para que este pudesse figurar em seu lugar. Passando para a população o ar da jovialidade…

Ali não está a figura do Holandinha, mas sim a do Flávio Dino, que aparece mais que o próprio candidato.

Holandinha está como Hebe, deusa da juventude na mitologia grega, nessa disputa pela Prefeitura de São Luís. Segundo a história, Hebe foi dada por esposa a Hércules. Fora encarregada por Júpiter para servir aos deuses o néctar e a ambrosia, até que foi substituída por Ganimedes. Holandinha, por sua vez, empresta o néctar da jovialidade no início do programa eleitoral, para depois ser substituído por Flávio Dino, que entra com o elixir da juventude, para destilar seu discurso ultrapassado e cansativo.

É… Mas a história sempre guarda supresas!!! Pois não é que um dia Hebe, em uma de suas empreitadas, não conseguiu cumprir uma terefa aos deuses olímpicos e caiu… Não deu outra!!! Os olimpicos riram muito da “jovem”, que envergonhada, não quis mais servir aos deuses!!!

A substituda, Ganímedes era de Troia… Quem não lembra da história do cavalo de Troia? Essa é uma outra história…

Leia Mais.

Em 2012-09-02 21:15:00 - Por São Luís - Metendo o Bedelho

O deputado estadual Carlinhos Amorim (PDT), vinha tendo um excelente desempenho na Assembléia Legislativa até que caiu no canto da sereia!!! Simplesmente traiu aquele que o ajudou a chegar ao assento no Legislativo Maranhense, o prefeito Sebastião Madeira, para se intitular o representante da mudança em Imperatriz, como um dos soldados de Flávio Dino.
A população de Imperatriz não fez essa leitura, preferindo continuar com a leitura dos antepassados: “Repudie os Traidores”... O resultado é a pífia e inexpressiva colocação do deputado na disputa pela Prefeitura de Imperatriz.
Por outro lado, Carlinhos Amorim não mensurou corretamente o sentimento do povo de Imperatriz. Quem tinha carisma em Imperatriz era Jackson Lago e não Flávio Dino. Sebastião Madeira não traiu Jackson Lago e o povo de Imperatriz sabe disso.
Vale ressaltar que o governo de Madeira fez muito pelo município, isso em conjunto com o governo do Estado e Federal, coisa que o povo está sabendo mensurar, tanto que a segunda colocada nas pesquisas é do grupo da governadora Roseana, que tem seu governo bem avaliado no município.
Carlinhos Amorim errou e poderá pagar por esse erro em 2014!!!
Leia Mais.

Em 2012-05-26 11:12:00 - Por São Luís - Metendo o Bedelho

Imagem: DivulgaçãoClique para ampliarA redução de tributos como o PIS/Cofins é uma das medidas(Imagem:Divulgação)
A redução de tributos como o PIS/Cofins é uma das medidasDepois da desoneração da folha de pagamento, ministério articula novas medidas para o setor.

A redução dos custos com energia elétrica para os hotéis é o assunto do momento na pauta da desoneração da cadeia produtiva do setor de turismo. O ministro do Turismo, Gastão Vieira, fará, na próxima semana, uma nova rodada de negociações com representantes dos hoteleiros e do Ministério de Minas e Energia para discutir o assunto.

“Conseguimos a desoneração da folha de pagamento dos hotéis. Agora, estamos trabalhando com as entidades e outras áreas do governo em medidas para a redução dos gastos com as contas de luz”, afirma o ministro, que na segunda (21.5) reuniu-se, em Brasília, com representantes da hotelaria.

A redução de tributos como o PIS/Cofins é uma das medidasem discussão. Oshoteleiros querem alterar a categoria de consumo dos estabelecimentos de comercial para industrial, com menor índice de tributação. Outro pedido do setor produtivo é mudar a fórmula de cálculo da conta de energia elétrica, feita hoje pela estimativa antecipada da demanda.

“O governo quer avançar nessa discussão. A desoneração é fundamental para aumentar a competitividade do turismo nacional. Se conseguirmos reduzir os custos das empresas, isso terá impacto na geração de empregos no setor e também na redução de preços para o turista. Essas são a contrapartidas que exigiremos dos empresários”, avalia o ministro.

Em abril, depois da articulação coordenada pelo Ministério do Turismo, a presidente Dilma Rousseff anunciou a inclusão da hotelaria no Plano Brasil Maior. Assim, houve a substituição da contribuição de 20% sobre a folha de pagamento pela alíquota de 2% do faturamento bruto dos empreendimentos. Agora, o ministério parte para a segunda etapa no esforço pela desoneração do setor.
Leia Mais.

Em 2012-04-30 10:47:48 - Por São Luís - Metendo o Bedelho

São notícias com que vem mostrar o quanto não vivemos numa democracia. Por acaso o grupo o vice-governador Washington Oliveira é o dono do PT? Ele tem por obrigação deter o comando de todos os Diretórios Municipais e, com isso, exigir que os mesmos sigam a aliança com o PMDB? Isso não existe e vai de encontro a tudo que se possa querer para que se consolide a democracia nesse país.
Em São Paulo, por exemplo, o PT terá seu candidato próprio, enquanto que o PMDB concorrerá com o seu.
Em várias cidades do Maranhão, o PT e o PMDB estão juntos, em outras tem o PMDB com PSDB e até o PSDB com o PT... São interesses municipais e acordos partidários que consistem numa demarcação política de grupos distintos, que passam a dominar tais legendas nesses municípios.
Coroatá é um exemplo claro de que nunca haveria uma tentativa de aliança entre o PMDB e o PT, mesmo o atual prefeito sendo ligado ao vice Washington Oliveira, haja vista que o prefeito Luiz da Amovelar é o principal adversário do grupo liderado pelo peemedebista Ricardo Murad, que terá como candidata no município, a ex-deputada Teresa Murad.
Por outro lado, o peemedebista Ricardo Murad é o que dá total apoio a candidatura de Washington Oliveira à prefeitura de São Luís.
Em Pinheiro, por exemplo, as duas alas do PT mostraram força e empataram o certame. Isso mostra que o partido não tem dono e que a disputa vai para uma decisão superior. Olha que os investimentos foram pesados do atual prefeito de Pinheiro!!!
Portanto, dizer que Washington Oliveira mostrou não ter domínio sobre o PT só vem mostrar que o partido ainda guarda um pouco de sua história democrática!!!
 

Leia Mais.

Em 2012-04-29 19:27:28 - Por São Luís - Metendo o Bedelho

Estou cansado de escutar suposições... Hipóteses? Não passam de especulações... Esse crime não tem face e é típico da pior das ditaduras que possa existir, a burguesa, ainda mais apoiada no pragmatismo do neoliberalismo que aposta tudo na impunidade...
Quem lutou contra a Ditadura Militar, sabia quem eram os inimigos e eles não se escondiam e falseavam suas identidades... Eram diretos e sabíamos dos ricos que tínhamos que enfrentar.
A censura era declarada e quem a transgredisse sabia das conseqüências, mas os corajosos partiam pra luta de peito aberto e o inimigo vinha também de encontro sem máscara para coibir o direito de questionar, criticar e de expressar suas convicções... Era uma luta franca!!!
A ditadura Comunista é outra que nunca deixou de mostrar a sua cara e de impor suas vontades de peito aberto. Nunca foram covardes e falsearam suas vontades... Fidel Castro está aí para provar o que estou dizendo... Ele cumpre uma ditadura comunista e não esconde a cara, sua identidade.
Lutamos muito pela tão sonhada redemocratização desse país... Mas cadê a democracia? Ela nunca se consolidou... Os excluídos continuam como sempre estiveram e os ricos cada vez mais ricos... O país já alcançou a 6ª economia do mundo e sua riqueza continua nas mãos de apenas 5% de sua população.
Suas Casas Legislativas são constituídas por homens que defendem seguimentos econômicos fortes, dos quais fazem parte... Continuo vendo os excluídos e o proletariado servindo apenas de massa de manobra nas mãos dos burgueses...
Afinal, saímos de uma ditadura militar, cujo inimigo não falseava sua identidade e entramos numa ditadura burguesa, cujo inimigo falseia sua identidade e não aceita o questionamento, a crítica e a liberdade de expressão, com isso manda exterminar essa voz de forma covarde, através de um crime de encomenda, onde a vítima não tem a menor chance de defesa.
Na ditadura Militar e nas ditaduras comunistas, os confrontos são abertos e sabemos das jogadas e armações do inimigo, pois é uma guerra franca, visto que estar em jogo um ideal ideológico e não o jogo pelo poder e a força do capital!!!
Portanto, o criminoso do jornalista Décio Sá foi essa Ditadura movida pelo jogo do poder e pela força do capital... Descobrir quem dos membros dessa Ditadura mandou efetuar o trabalho? Isso é muito difícil de ser descoberto... Pois existem vários seguimentos dentro dessa Ditadura e jogar a culpa em uma delas, não passa de especulações!!!
 

Leia Mais.

Em 2012-03-15 21:11:13 - Por São Luís - Metendo o Bedelho

Já fizeram de tudo para atacar e difamar esse programa. Algumas tão fora de contexto que até chega ao senso do ridículo, como as ditas da tribuna da Assembléia Legislativa do Maranhão. Muitas tão estapafúrdias que serviriam de gozação em programas de humor.
O impressionante é que eles falam sem sequer visitar as unidades que estão funcionando, mesmo as UPAs e as unidades hospitalares em São Luís. Eles (“oposição”) sabem do potencial do programa, mas precisam desqualificá-lo, com isso vão às unidades que estão em construção para filmar e assim criar factóides. Porém esquecem que a população usuária do sistema de saúde, assim como seus parentes, sabe do excelente serviço de saúde pública que o Estado está oferecendo e que os berros da “oposição” não passam de palavras ao vento!!!
E dando continuidade ao programa, a governadora Roseana inaugurou essa semana mais dois hospitais e três UPAs, além de assinatura de ordem de serviço para reforma de hospital e ampliação do sistema de água de Barão de Grajaú.
Hoje (15), a governadora Roseana Sarney e o secretário de Estado da Saúde, Ricardo Murad, inauguraram a última UPA do Programa Saúde é Vida, em Codó, município onde foi encerrada a semana de itinerância do governo no interior do estado. Agora, já são 10 o número de UPAs em plena atividade no Maranhão.
A unidade de saúde foi inaugurada com grande festa, preparada para a população daquela cidade, que, junto ao prefeito Zito Rolim, recebeu de braços abertos a governadora e toda sua comitiva, formada pelo ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, secretários de Estado e deputados.
A governadora fez um balanço positivo do governo itinerante durante esta semana, que resultou na entrega de dois hospitais de 20 leitos (Jatobá e Sucupira do Riachão), três UPAs (Timon, São João dos Patos e Codó), assinatura de ordem de serviço para reforma e adaptação do Hospital Regional de Presidente Dutra e autorização de ampliação do sistema de abastecimento de água de Barão de Grajaú. Além da visita ao canteiro de obras dos empreendimentos de gás e usina térmica da OGX/MPX em Santo Antônio dos Lopes.
A UPA de Codó, como as outras nove já inauguradas, é dotada dos melhores equipamentos, inclusive ambulância e profissionais capacitados para atender aos pacientes diuturnamente. “Esta unidade de saúde será mantida, parte pelo Governo Federal, que entra com R$ 300 mil, e parte pelo Governo do Estado, com R$ 700 mil. É um benefício para toda a população de Codó, que precisa e merece. Ano passado, para vocês terem uma ideia, as UPAS inauguradas no Maranhão, atenderam a 46 mil pessoas, uma prova de que elas são muito importantes para todos nós”, disse a governadora durante a solenidade.
O secretário Ricardo Murad frisou o esforço que o Governo do Estado fez para colocar o que há de melhor dentro das UPAS. “Hoje, estamos cumprindo a primeira etapa do programa Saúde é Vida, com a inauguração da décima UPA, aqui em Codó. Portanto, a festa é também dos moradores de Codó, do prefeito Zito Rolim e de todos aqueles que serão beneficiados com esta moderna unidade de saúde”, disse Ricardo Murad, destacando o empenho de deputados como César Pires, líder do Governo na Assembleia Legislativa, para

Leia Mais.

Em 2012-03-07 17:14:15 - Por São Luís - Metendo o Bedelho

Essa é a linha de pensamento que se pode acreditar. Suas declarações a mídia coloca o ministro numa situação melindrosa e perigosa, visto que da forma que colocam a decisão de Versiani já está pronto antes mesmo do parecer do Ministério Público, além de acreditarem que os demais ministros seguirão a decisão do relator.
 

Por outro lado, colocam o ministro Versiani em outra saia justa, ou seja, dizer que ao receber o processo das mãos do juiz Sérgio Muniz, que tem o prazo até o dia 10 do corrente mês, encaminhará ao Ministério Público, que terá 05 dias para dar seu parecer. Com isso, o processo pode entrar em julgamento ainda em abril... Isso é total desconhecimento e colocar o ministro numa situação duvidosa e o TSE e o Ministério Público como órgãos atropeladores dos ritos que requer o processo.
 

Em primeiro lugar, é certo afirmar que realmente o ministro Versiani pode decidir pela devolução do processo ao juiz Sérgio Muniz para que sejam ouvidas as testemunhas que possuem fóruns privilegiados. Coisa que não alteraria em nada...
 

Contudo, antes de um processo chegar ao julgamento, ele passará por fluxo que deve durar em média de seis meses a um ano. Antes de seguir para o Ministério Público, haverá o saneamento e diligencias do processo; julgar incidentes, por exemplo: agravos regimentais; alegações finais; segue para o Ministério Público para o parecer, que o prazo não é de 05 dias, pois terá que analisar os depoimentos da oitiva, os agravos regimentais e as alegações finais.
 

Portanto, os advogados podem até saber do voto do ministro Versiani, mas não sabem do parecer do Ministério Público e nem tampouco da decisão dos demais ministros...
 

É melhor deixar as coisas acontecerem, visto que o ministro Versiani sozinho não pode decidir por uma cassação burlando os fluxos jurídicos!!!

 

Leia Mais.

Em 2012-02-28 00:32:33 - Por São Luís - Metendo o Bedelho

O Ministério da Educação definiu em R$ 1.451 o valor do piso nacional do magistério para 2012, um aumento de 22,22% em relação a 2011. Conforme determina a lei que criou o piso, o reajuste foi calculado com base no crescimento do valor mínimo por aluno do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) no mesmo período.
A Lei do Piso determina que nenhum professor pode receber menos do que o valor determinado por uma jornada de 40 horas semanais. Questionada na Justiça por governadores, a legislação foi confirmada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no ano passado.
Entes federados argumentam que não têm recursos para pagar o valor estipulado pela lei. O dispositivo prevê que a União complemente o pagamento nesses casos, mas, desde 2008, nenhum estado ou município recebeu os recursos porque, segundo o MEC, não conseguiu comprovar a falta de verbas para esse fim.
Em 2011, o piso foi R$1.187 e em 2010, R$ 1.024. Em 2009, primeiro ano da vigência da lei, o piso era R$ 950. Alguns governos estaduais e municipais criticam o critério de reajuste e defendem que o valor deveria ser corrigido pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), como ocorre com outras carreiras.
Na Câmara dos Deputados, tramita um projeto de lei que pretende alterar o parâmetro de correção do piso para a variação da inflação. A proposta não prosperou no Senado, mas na Câmara recebeu parecer positivo da Comissão de Finanças e Tributação. A Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) prepara uma paralisação nacional dos professores para os dias 14,15 e 16 de março com o objetivo de cobrar o cumprimento da Lei do Piso.
 

Leia Mais.