Em 2011-12-18 12:09:11 - Por Magalhães de Almeida / Antonio F Sousa

SÃO LUÍS – O Maranhão é o Estado com o maior número de municípios que estão com os repasses do bloqueados pela Secretaria da Receita Federal (SRF). São 27 municípios que constam na última atualização dos dados nosite do Sistema Integrado de Administração Financeira do Governo Federal (Siafi). O bloquei é resultado de pendências no Cadastro Único de Convênios (Cauc).
A última atualização dos dados foi feita às 5h desta quarta-feira (23) e mostra os municípios que tiveram o FPM bloqueados a partir do dia 13 de fevereiro de 2011. Os municípios são: Axixá, Barreirinhas, Bom Jesus das Selvas, Davinópolis, Estreito, Formosa da Serra Negra, Fortaleza dos Nogueiras, Governador Edison Lobão, Governador Nunes Freire, Itaipava do Grajaú, Itinga do Maranhão, Magalhães de Almeida, Matões, Miranda do Norte, Peritoró, Porto Franco, Presidente Juscelino, Presidente Vargas, Raposa, Santo Amaro do Maranhão, São João do Paraíso, São Pedro da Água Branca, São Roberto do Maranhão, São Vicente Férrer, Senador La Roque, Trizidela do Vale e Vitorino Freire. Atrás do Maranhão vem o Piauí, com 12 municípios, a Bahia e o Ceará, com sete municípios, cada, cujos repasses estão bloqueados. Com quatro municípios que podem não receber o FPM, estão os Estados de Goiás – que também pode não receber o FPE (Fundo de Participação dos Estados), porque o governo tem pendências –, Minas Gerais, Pernambuco, Rio de Janeiro, São Paulo e Tocantins. Sem municípios com pendências estão os Estados do Rio Grande do Norte, Roraima e Rio Grande do Sul. O Distrito Federal também não aparece na lista.Para verificar e regularizar a situação do município, o gestor público pode acessar as informações no Cadastro Único de Convênios (Cauc), disponíveis no site do Siafi. Para que as transferências voluntárias de recursos e de convênios sejam feitas, os municípios e o governo do Estado devem estar com a documentação regularizada, de acordo com as exigências estabelecidas pela Constituição Federal, pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), pela Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e legislação aplicável.
 

Leia Mais.

Em 2011-12-17 12:25:26 - Por Magalhães de Almeida / Antonio F Sousa

O presidente da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (FAMEM), prefeito Junior Marreca, comentou, neste fim de semana, o que chamou de “tragédia anunciada”, referindo-se ao assassinato do secretário de Finanças do Município de Magalhães de Almeida. Fenelon Candeira Caldas foi vítima de latrocínio na MA-034, com um tiro na boca, na tarde de sexta-feira (9), quando voltava de São Bernardo com o dinheiro para o pagamento dos funcionários da Prefeitura. A vítima estava acompanhada do irmão do prefeito de Magalhães de Almeida, identificado como Raimundo Nonato, que também foi atingido com um tiro no ombro. Segundo a polícia, a vítima estava em um Honda Civic de placas NHO-0003 de propriedade do prefeito de Magalhães de Almeida, Neto Carvalho, quando, a 20 km de chegar ao destino, foi abordado por quatro homens armados em uma Hilux que disparam contra o veículo. Em entrevista ao titular do blog, Marreca lembrou que o crime foi cometido justamente no dia em que ocorre o maior repasse do ano na conta do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). “Além da 1ª cota do mês, também foi efetuado o repasse do 1% do FPM. Isso mostra que os bandidos já conhecem as rotinas administrativas dos municípios e, com a necessidade de deslocamento de uma cidade para outra, fica mais fácil a ação criminosa”, disse ele. Para o presidente, a falta de agências bancárias nos municípios e o fato de o Estado não intensificar a segurança nos dias em que a movimentação financeira é maior nas cidades do interior do estado favorecem a atuação das quadrilhas. “A instalação de mais agências bancárias nos municípios tem sido uma reivindicação constante da FAMEM. Já mantivemos reuniões com as superintendências do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal e mesmo dos bancos privados, para que instalem novos postos nas cidades onde eles não existem. Não é só uma questão de conforto. Como todos puderam ver, agora, após essa tragédia anunciada, a abertura das agências é, primordialmente, um questão de segurança”, completou lembrando que, recentemente, o Banco do Brasil anunciou, após conversas com a Federação, a criação de dez novas agências no estado e a contratação de 500 funcionários. Marreca ressaltou, também, que a falta de acesso à Internet em praticamente todo o interior do estado limita a possibilidade de utilização dos chamados gerenciadores financeiros. “O acesso à Internet no interior do estado, como sabemos, é ínfimo, e ações que poderiam ser resolvidas via gerenciadores bancários são impossíveis sem acesso à grande rede”, finalizou.
 

Leia Mais.

Em 2011-12-10 00:57:45 - Por Magalhães de Almeida / Antonio F Sousa

Por volta dás 14h30m  do dia 09/12, na rodovia Estadual que liga São Bernardo á Magalhães de Almeida no Maranhão, aconteceu um assalto contra o Tesoureiro e o Secretario de Finanças da Prefeitura Municipal de Magalhães de Almeida, Fenelon Caldas e Nonato Lopes, que levavam em um veiculo Honda Civic, mais de R$ 160.000.00 em especie, para pagamento de servidores contratados daquele Município.O veiculo era dirigido pelo tesoureiro da Prefeitura Fenelon Caldas de 52 anos, que andava na companhia do Secretario de Finanças do Município, Raimundo Nonato Carvalho, 55 anos. As vítimas costumavam fazer o trajeto São Bernardo - Magalhães transportando o dinheiro que sacavam para a prefeitura. Os dois foram abordados por, segundo depoimento, quatro homens armados. Os bandidos andavam em uma Hilux, e na estrada depois de efetuarem dois disparos de armas de fogo, pararam o Honda Civic, que acabou saindo da pista indo parar de encontro a uma cerca de arame farpado.Os bandidos fortemente armados, atiraram contra o Tesoureiro da Prefeitura Fenelon Caldas, acertando-lhe um tiro transfixando o ouvido da vitima,que morreu a caminho de Parnaíba-PI. O Secretario de Finanças Raimundo Nonato Carvalho, que é irmão do Prefeito Neto Carvalho foi atingido de raspão no braço esquerdo e foi medicado no Pronto Socorro Estadual Dirceu Arcoverde em Parnaíba-PI.Toda policia do Baixo Parnaíba no Maranhão, foi acionada no sentido de capturar os assaltantes, que abandonaram a Hilux e fugiram em um Fiat Uno levando o dinheiro. Familiares e amigos das vitimas, aguardam a liberação do corpo de Fenelon, na Pax União em Parnaíba.

Leia Mais.

Em 2011-10-30 12:37:40 - Por Magalhães de Almeida / Antonio F Sousa

Na educação inclusive se busca uma forma de contextualizar uma participação maior entres os vários tipos de conhecimento integrando pessoas e conhecimentos que antes não eram contemplados. É um debate que chama a escola para um novo papel; o se inserir aqueles que se encontram à margem da aprendizagem. Para isso torna-se necessário se constituir políticas publicas promotoras de uma educação de qualidade para todos os alunos por parte do governo. Historicamente a escola era algo elitista, mas a partir do momento que surge a visão dos direitos universais do homem essa situação começa a tomar outro sentido, a cidadania começa a fazer parte dos meios educacionais. Esse processo teve inicio com tratamento especial para determinados alunos até chegar o momento de inseri-los como parte do processo social inclusivo.No Brasil, o atendimento às pessoas com deficiência teve início na época do Império, com a criação de duas instituições: o Imperial Instituto dos Meninos Cegos, em 1854, atual Instituto Benjamin Constant – IBC, e o Instituto dos Surdos Mudos, em 1857, hoje denominado Instituto Nacional da Educação dos Surdos – INES, ambos no Rio de Janeiro. No início do século XX é fundado o Instituto Pestalozzi (1926), instituição especializada no atendimento às pessoas com deficiência mental; em 1954, é fundada a primeira Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais – APAE; e, em 1945, é criado o primeiro atendimento educacional especializado às pessoas com superdotação na Sociedade Pestalozzi, por Helena Antipoff.Dessa forma a evolução desse processo se torna notório, dentro do processo de desenvolvimento da educação brasileira. Em 1961, o atendimento educacional às pessoas com deficiência passa a ser fundamentado pelas disposições da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional – LDBEN, Lei nº 4.024/61, que aponta o direito dos “excepcionais” à educação, preferencialmente dentro do sistema geral de ensino. A Lei nº 5.692/71, que altera a LDBEN de 1961, ao definir “tratamento especial” para os alunos com “deficiências físicas, mentais, os que se encontram em atraso considerável quanto à idade regular de matrícula e os superdotados”, não promove a organização de um sistema de ensino capaz de atender às necessidades educacionais especiais e acaba reforçando o encaminhamento dos alunos para as classes e escolas especiais. Documento elaborado pelo Grupo de Trabalho nomeado pela Portaria Ministerial nº 555, de 5 de junho de 2007, prorrogada pela Portaria nº 948, de 09 de outubro de 2007.Antonio Sousa e Tayse Castelo

Leia Mais.

Em 2011-10-23 22:14:17 - Por Magalhães de Almeida / Antonio F Sousa

A ataxia, que significa a perda de coordenação dos movimentos musculares voluntários, é um sintoma que faz parte do quadro clínico de numerosas doenças que comprometem o sistema nervoso. A perda de coordenação pode afetar os membros, a fala, os movimentos dos olhos ou de outras regiões do corpo. Os sintomas geralmente decorrem de disfunções do cerebelo (parte do cérebro responsável pela coordenação motora), lesões na medula espinhal, neuropatia periférica ou de uma combinação desses fatores. As ataxias podem ser hereditárias ou adquiridas. As ataxias adquiridas geralmente ocorrem em indivíduos que não têm histórico familiar de ataxia e podem ter causas diversas tais como trauma craniano, alguns tipos de câncer, a exposição a certas drogas, o alcoolismo ou a deficiência de determinadas vitaminas. As ataxias hereditárias são causadas por uma anormalidade genética e são também conhecidas como ataxias progressivas porque os sintomas costumam se agravar com o passar do tempo. xistem diversos tipos de ataxias hereditárias, que são classificadas pelo modo de herança que pode ser autossômico dominante (a doença se manifesta devido à alteração em um dos dois alelos de um gene); autossômico recessivo (a manifestação da doença só ocorre na presença de mutações nos dois alelos do mesmo gene); ligado ao X (o gene alterado está localizado no cromossomo X) ou mitocondrial (a mutação ocorre no DNA das mitocôndrias, organelas presentes no citoplasma das células que são importantes para a respiração celular e possuem seu próprio DNA). As formas mais comuns são as autossômicas dominantes e as autossômicas recessivas. Já foram identificados mais de 25 genes cujas mutações causam as diferentes formas de ataxia espinocerebelar. Dentro da seqüência de DNA de muitos desses genes existe uma região em que ocorre uma repetição de trinucleotídeos (segmento de três nucleotídeos de DNA repetido muitas vezes). Nos indivíduos afetados, um desses genes pode apresentar um aumento anormal (expansão) do número de trinucleotídeos, o que causa o aparecimento dos sintomas. Observou-se ainda que, nas famílias de afetados, essa expansão pode aumentar de uma geração para outra. Esse aumento da expansão de trinucleotídeos de uma geração para outra causa um fenômeno conhecido como antecipação, que consiste na manifestação mais grave e mais precoce da doença com o passar das gerações. Alguns desse casos podem ser identificados em uma pequena cidade do sertão Norte-Riograndense, chamada Luis Gômes.

Leia Mais.

Em 2011-10-10 16:15:33 - Por Magalhães de Almeida / Antonio F Sousa

 Neste ano participam coros do Rio Grande do Norte, Pará, Bahia e das cidades maranhenses de Icatu, Imperatriz, São Luís, São Roberto e Humberto de Campos.
A cidade de São Luís do Maranhão sediará nesta semana o maior encontro de canto coral do Meio-Norte e Nordeste. Promovido pela Universidade Federal do Maranhão, por meio do Departamento de Assuntos Culturais (Dac) da Pró-Reitoria de Extensão (Proex), o 34º Festival Brasileiro de Canto Coral no Maranhão (Femaco) terá início nesta terça-feira, às 17h, no Teatro Arthur Azevedo, com apresentação de cinco corais infantis, e às 19h, de mais quatro corais adultos. A entrada é gratuita. Com patrocínio oficial do Ministério da Cultura (Lei de Incentivo à Cultura), Vale e Banco da Amazônia, o 34º Femaco é uma promoção da Universidade Federal do Maranhão, por meio do Departamento de Assuntos Culturais da Pró-Reitoria de Extensão. Neste ano o festival recebeu apoio cultural da Fundação Sousândrade e do Teatro Arthur Azevedo. O Femaco deste ano acontecerá com programações vespertinas e noturnas, ambas no Teatro Arthur Azevedo e na Igreja Santo Antonio. O coordenador geral do Femaco e diretor do DAC, Prof. Dr. Alberto Dantas, informa que a solenidade de abertura terá o pronunciamento dos representantes das instituições e empresas promotoras e apresentação do Coral “Amor e Vida”, de São Luís (MA); Canto Curumim, de São Luís (MA); Pequenos Cantores, da cidade de Icatu (MA); Coral Infantil Angellu’s Vox, de São Luís (MA) e encerrando a primeira noite do Femaco cantará o Coral Infantil Dom Bosco, de São Luís (MA).
Quarta, Quinta e Sexta
A programação do 34º Femaco continuará na quarta-feira, 12, às 17h, no Teatro Arthur Azevedo, com apresentação dos corais infantis “Kids Voices in Harmony”, de São Luís (MA); “Recriando o Lúdico”, de São Luís (MA); Coral São Joãozinho, de São Luís (MA); Coral Infantil “O Bom Pastor”, de São Luís (MA); Coral Infanto Juvenil “Teatro Arthur Azevedo”, de São Luís (MA). Já às 19h, também no Teatro Arthur Azevedo, haverá apresentação do Coral “Amigas do Peito”, de São Luís (MA). Em seguida cantarão o Coral “Casa da Família”, de São Luís (MA); Coral Luis Morais, de Humberto de Campos (MA) e Coral São Luís (EBCT), de São Luís (MA). Já na quinta-feira (13), às 17h, no Teatro Arthur Azevedo, haverá apresentação do Coral Encanto de São Roberto, da cidade de São Roberto (MA); Coral Educar, de São Luís (MA); Coral Infanto Juvenil Batista, de São Luís (MA); Coral “Viva Vida”, de São Luís (MA); e Coral Universidade Infantil Rivanda Berenice, de São Luís (MA). Já às 19h, também no Teatro Arthur Azevedo, mais seis grupos de corais farão apresentações. São eles: Coral Liceu Maranhense, de São Luís (MA), Coral Voices in Harmony(ICBEU), de São Luís (MA); Coral “Vozes do Potengi”, da cidade de Natal (RN); Coral Setran’s, de Belém-PA, Coral IRDEB, da cidade de Salvador (BA) e o Coral São João, de São Luís (MA). E no dia 14, sexta-feira, a programação começará somente às 19h, na Igreja de Santo Antonio com o Coral Infantil de Imperatriz “Os Curumins”, de Imperatriz (MA), Cor

Leia Mais.

Em 2011-10-08 08:23:19 - Por Magalhães de Almeida / Antonio F Sousa

Foram alguns dias de pura euforia em toda a cidade e região, pois pessoas de v[arias cidades da vizinhança e locais mais distantes, como de Fortaleza, São Luis, Teresina e Parnaíba, costumam aparecer nessas festas, que nesse ano durou todo o final de semana correspondente ao dia 1º de outubro, uma vez que esse tipo de comemoração torna-se a cada dia mais tradicional. Foi um momento também da  já conhecida e tradicional MAGAFOLIA que contou com banda como: moleca sem vergonha, trio Elétrico tubarão e a banda Nairê, entre outras atrações que saíram do Posto, Zé Claudio até á Praça Central de Eventos, percorrendo a rua Celestino Câmara e passando pelo centro da Cidade. Houve ainda também manifestações esportiva e cultural tendo inicio as 06h00min com uma alvorada; de gincana escolares e com hasteamento das bandeiras e execução dos hinos: nacional, estadual e municipal com uma duração  aproximada de 40 minutos.Em seguida teve inicio às competições de provas de ciclismo feminino e masculino, maratona feminina e masculina, corrida de carro de mão, corrida de saco, corrida de jumento e outros. A praça onde ocorre essa tradicional festa anual fica tomada por milhares de foliões que não param de festejar e comemorar essa importante data de fundação da cidade.

Leia Mais.

Em 2011-09-05 23:25:23 - Por Magalhães de Almeida / Antonio F Sousa

 O Hospital de Magalhães de Almeida vai funcionar com Serviço de Pronto Atendimento (SPA) 24 horas.

SÃO LUÍS - A governadora Roseana Sarney e o secretário de Estado de Saúde, Ricardo Murad, entregam, nesta terça-feira (6), às 9h, mais um hospital de 20 leitos construído com recursos do Programa Saúde é Vida.Desta vez, o município beneficiado é Magalhães de Almeida, situado a 422 km de São Luís. A solenidade de inauguração será prestigiada por políticos e lideranças da região, além da comunidade do município, que conta com uma população de cerca de 17.600 habitantes.O Hospital de Magalhães de Almeida vai funcionar com Serviço de Pronto Atendimento (SPA) 24 horas, e oferecerá consultas ambulatoriais, internações em clínica médica, obstetrícia e pediatria, e serviços de apoio e diagnóstico (laboratório de análises clínicas e raio-X).A nova unidade tem área construída de 1.342,86 m² e é dotada de consultórios, salas de cirurgia, sala de nebulização, posto de enfermagem, banheiros, refeitório e área administrativa. Para colocar o hospital em funcionamento, o Governo do Estado investiu um total de R$ 2.729.621,24, sendo R$ 2.122.700,49 em obras civis e R$ 606.920,75 em equipamentos.O Hospital de Magalhães é um dos 72 hospitais do Programa Saúde é Vida, no qual o governo Roseana Sarney está investindo aproximadamente R$ 500 milhões na ampliação e fortalecimento da rede estadual de serviços. A unidade faz parte do primeiro grande pacote de obras da saúde, que vem sendo inaugurada pela governadora Roseana Sarney.Com as mesmas características do de Magalhães de Almeida, o Hospital de 20 leitos de Paulino Neves, inaugurado na semana passada está funcionando plenamente. No próximo dia 15, está prevista a entrega do Hospital de 20 leitos de Morros.Também como parte do Programa Saúde é Vida, a população da Grande São Luís já está usufruindo dos serviços oferecidos pelas Unidades de Pronto Atendimento (UPA) do Parque Vitória, do Vinhais e da Cidade Operária. Estas duas últimas construídas com recursos exclusivos do governo estadual.

Da agência Secom-Estado  

Leia Mais.