Em 2014-08-22 19:26:00 - Por Ademar Sousa

 O julgamento ocorreu no último dia 19 de agosto, na 2ª Vara do Tribunal do Júri de São Luís

O 2º Tribunal do Júri de São Luís condenou o cabo da polícia militar Nelson Eduardo Sousa Lopes a 7 anos e 09 meses de reclusão pelo assassinato de Carlos Alberto da Silva Monte, no dia 13 de dezembro de 1998, no bairro da Coheb. O acusado acompanhado de Ernane Mendonça da Silva Sobrinho, também militar, mas que fora absolvido nesse mesmo julgamento, nas proximidades da Associação dos Moradores do Bairro da Coheb, por volta das 23h, avistaram a vítima e efetuaram tiros. Nelson Lopes, motivado por vingança, disse que a vítima teria praticado crime de roubo contra um parente seu.

O julgamento ocorreu no último dia 19 de agosto, na 2ª Vara do Tribunal do Júri de São Luís, e foi presidido pelo juiz Gilberto de Moura Lima que como efeito da condenação declarou a perda do cargo/função de policial militar do acusado. O réu poderá apelar da decisão em liberdade.

Mais júris - Os jurados do 4º Tribunal do Júri, no último dia 18 de agosto, condenaram Westen José Santos da Silva a 4 anos e 07 meses de reclusão pela tentativa de homicídio de Elton Cesar Aranha da Silva, após uma briga de bar no Anel Viário. O acusado teria ido até em casa e voltado com uma faca para cometer o crime. Já no dia 20 de agosto, Silvio Santos Pereira, acusado de tentar contra a vida de Hugo Delleon da Cunha Pereira, foi levado a júri popular, mas o Conselho de Sentença negou a tentativa de homicídio e o juiz decidiu pela desclassificação do crime para a conduta de lesão corporal.

Já o 3º Tribunal do Júri condenou Robson Rodrigo Costa Nunes a 2 anos e 02 meses de reclusão, pela tentativa de homicídio de Rayane Neves Abraham. O crime ocorreu no dia 19 de março de 2012, na residência da mãe do acusado que agrediu fisicamente a vítima, sua companheira, e disparou tiros, contudo a arma falhou. O motivo da tentativa de homicídio seria ciúmes. O julgamento foi presidido pela juíza Katya Coelho Dias.

O 1º Tribunal do Júri condenou Clemilson Martins de Sousa a 9 anos e 06 meses de reclusão pelo assassinato do seu próprio pai, Francisco Moreira de Sousa e tentativa de homicídio da sua mãe, Ana Rosa Ribeiro Martins. O acusado cometeu os crimes no dia 27 de março de 2004 na sua residência atingindo as vítimas com arma de fogo.

Réu confesso, Clemilson Sousa, já teria jurado o pai de morte, o relacionamento entre pai e filho era conflituoso. Durante uma discussão com uma pessoa que acusava Clemilson Sousa de ter furtado uma camisa e carteira, o pai do acusado o repreendeu o que acabou motivando a fúria do filho. Após a discussão, o réu saiu de casa e retornou com uma arma efetuando vários disparos contra o pai e a mãe. O julgamento, ocorrido no dia 18 de agosto, foi presidido pelo juiz Ernesto Guimarães Alves.

(Com informações de O Imparcial e do TJMA)

Leia Mais.

Em 2014-08-22 17:40:00 - Por Ademar Sousa

 A ideia principal para a criação da central é desburocratizar processos de abertura de empresas

Imagem: SECOM/Prefeitura de TimonSecretário Victor Hugo discute a criação da Central do Empreendedor(Imagem:SECOM/Prefeitura de Timon)Secretário Victor Hugo discute a criação da Central do Empreendedor 

A Prefeitura de Timon, através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e do Turismo (Semdest), criou um comitê com representantes de seis órgãos da prefeitura que vai discutir a estruturação da Central do Empreendedor de Timon. A ideia principal para a criação da central é desburocratizar processos de abertura de empresas na cidade.

Nesta quinta-feira (21) representantes da Vigilância Sanitária, Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semam), Corpo de Bombeiros, Secretaria Municipal de Finanças (Semuf), Secretaria Municipal de Planejamento, Orçamento e Gestão (Semplan) e Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e do Turismo (Semdest) estiveram reunidos para definir a composição e estruturação da central.

No encontro, cada representante apresentou suas demandas para serem inseridas em um sistema de informática unificado. Neste sistema irá conter todas as informações necessárias sobre documentações exigidas, processos de licenças e expedições de alvarás. Desse modo quando o empresário ingressar na Central com o pedido de abertura de empresa irá em um só lugar resolver todas as questões relacionadas a documentação exigida e sair com tudo legalizado. A Central do Empreendedor vai ser composta por todos os órgãos que participam do comitê.

O secretário de desenvolvimento econômico, trabalho e turismo de Timon, Vitor Hugo Almeida, informou que no momento também está sendo elaborado uma legislação que dê amparo à central do empreendedor. “Estamos reunidos junto com advogados que vão elaborar uma legislação específica para a atuação legal da central” esclareceu o secretário.

A Central do Empreendedor funcionará na sede da Semdest, que fica localizada na Rua Miguel Simão, 519, Centro.

 

Leia Mais.

Em 2014-08-22 14:01:00 - Por Ademar Sousa

Imagem: Juarez Fernandes OliveiraDeputado Alexandre Almeida e Paulo Marinho Jr, em Matões(Imagem:Juarez Fernandes Oliveira)Deputado Alexandre Almeida e Paulo Marinho Jr, em Matões 
 A população de Matões se reuniu na noite de quinta-feira, 21, para prestigiar o lançamento da candidatura do deputado estadual Alexandre Almeida (PTN) à reeleição. O evento contou com a presença de diversas lideranças políticas locais, entre vereadores, suplentes de vereadores, representantes de sindicatos e associações, além de um grande número de populares, que fizeram uma grande festa.

Alexandre Almeida destacou o isolamento no qual Matões passou durante tantos anos, sendo que para entrar ou sair do município, era preciso utilizar as estradas do Piauí. “Eu não me conformava com isso. Por que os filhos de Matões, os filhos do Maranhão, tinham que utilizar as estradas do Piauí para entrar ou sair de sua cidade? E mesmo que Matões sempre tenha eleito seus deputados, nunca alguém lutou por essa causa”, indagou.

Imagem: Juarez Fernandes OliveiraAlexandre Almeida agradece ao povo de Matões e fala sobre suas propostas(Imagem:Juarez Fernandes Oliveira)Alexandre Almeida agradece ao povo de Matões e fala sobre suas propostas 

O deputado informou que hoje já é realidade a estrada que liga Matões ao Baú, obra de R$ 30 milhões, que está em fase de execução, e que a MA-040, que vai ligar Matões a Timon, já está com recursos garantidos e projetos executivo aprovado, faltando apenas a fase de licitação. “Eu tenho o orgulho de informar que o Governo do Estado do Maranhão está investindo mais de R$ 30 milhões apenas na estrada de Matões ao Baú, que liga o município até Caxias, e desafio qual o governo que tenha investido mais em Matões numa única obra”, ressaltou.

Alexandre Almeida destacou ainda o seu compromisso com a educação citando a escola de ensino médio no Mucambo de Ferro, na zona rural de Matões. “Garantimos uma escola de ensino médio na zona rural, para que os nossos jovens tenham também a oportunidade de estudar e buscar um futuro melhor, uma formação superior. Alexandre afirmou que se sente filho de Matões e informou que o município pode contar com o seu empenho para o desenvolvimento. O evento também marcou o lançamento da candidatura de Paulo Marinho Júnior ao cargo de deputado federal.  
 

Imagem: Juarez Fernandes OliveiraPopulação de Matões prestigia lançamento da candidatura a deputado estadual de Alexandre Almeida(Imagem:Juarez Fernandes Oliveira)População de Matões prestigia lançamento da candidatura a deputado estadual de Alexandre Almeida 
Imagem: Juarez Fernandes OliveiraPaulo Marinho Jr (ao microfone) discursando em Matões(Imagem:Juarez Fernandes Oliveira)Paulo Marinho Jr (ao microfone) discursando em Matões 

(ASCOM/Deputado Alexandre Almeida)

Leia Mais.

Em 2014-08-22 13:06:00 - Por Ademar Sousa

 Por Lauro Jardim, da coluna Radar
Imagem: Radar/Veja on-lineClique para ampliarEm campanha(Imagem:Radar/Veja on-line)Em campanha

 O Ibope acaba de registrar uma pesquisa presidencial que tem tudo para incendiar mais ainda a corrida eleitoral.

Será a primeira pesquisa feita após eventos importantes da campanha. As entrevistas serão realizadas no final de semana e a divulgação está prevista para a noite de terça-feira, no Jornal Nacional.

A pesquisa captará a emoção do enterro de Eduardo Campos, a polêmica entrevista de Dilma Rousseff ao Jornal Nacional, o lançamento oficial da candidatura de Marina Silva e os primeiros programas eleitorais na TV.

E certamente balizará o debate entre os presidenciáveis, marcado para terça-feira, na Band.

Nesta semana, alguns institutos têm feito pesquisas por encomendas de bancos, todas elas não registradas e, portanto, sem permissão para serem divulgadas.

Todas as que vazaram para as campanhas de Dilma e de Aécio Neves, no entanto, deixaram as cúpulas de ambas muito, muito preocupadas.

Leia Mais.

Em 2014-08-21 20:05:00 - Por Ademar Sousa

 Imagem: Divulgação
Flávio Dino e o deputado Rubens Júnior, ambos do PCdoB(Imagem:Divulgação)Flávio Dino e o deputado Rubens Júnior, ambos do PCdoB 
Nesta sexta-feira (22), o deputado Rubens Pereira Júnior (PCdoB), que disputará uma vaga na Câmara Federal, inaugura o seu comitê eleitoral, na Rua 01, no Bairro Guarita, esquina com a Avenida Francisco Carlos Jansen, próximo da Ponte Metálica.

Rubens Júnior tem fortes ligações com lideranças políticas de Timon, assim como familiares residindo na mesma cidade. Ele tem origem familiar no município de Matões, sendo filho da atual prefeita Suely Pereira (PSB) e do ex-prefeito e ex-deputado estadual Rubens Pereira.

Imagem: Elias LacerdaSede do comitê do deputado Rubens Júnior em Timon(Imagem:Elias Lacerda)Sede do comitê do deputado Rubens Júnior em Timon 

Neste sentido, o comitê servirá de base tanto para a candidatura a deputado federal Rubens Júnior quanto do candidato a governador Flávio Dino (PCdoB).  Rubens Júnior desponta com grande possibilidade de obter uma excelente votação em Timon.

MATÕES

A prefeita Suely Pereira, vem cumprindo agenda de reuniões com milhares de pessoas em Matões nos últimos dias. Confira as imagens:

 Imagem: Divulgação/Facebook

Ex-prefeito Rubens Pereira e a prefeita Suely Pereira diante da grande multidão(Imagem:Divulgação/Facebook)Ex-prefeito Rubens Pereira e a prefeita Suely Pereira diante da grande multidão 
Imagem: Divulgação/FacebookMilhares de pessoas nas reuniões com a prefeita Suely Pereira em apoio a Rubens Júnior(Imagem:Divulgação/Facebook)Milhares de pessoas nas reuniões com a prefeita Suely Pereira em apoio a Rubens Júnior 
Leia Mais.

Em 2014-08-21 19:32:00 - Por Ademar Sousa

Reunião aconteceu no auditório da Secretaria Municipal de Saúde (SEMS)

Imagem: SECOM/Prefeitura de TimonSecretário Márcio Sá com vereadores e representantes dos agentes de saúde(Imagem:SECOM/Prefeitura de Timon)Secretário Márcio Sá com vereadores e representantes dos agentes de saúde 

Hoje (21) pela manhã, o secretário municipal de Saúde, Márcio Sá, recebeu no auditório da Secretaria Municipal de Saúde (SEMS) vereadores, o coordenador dos Agentes Comunitários de Saúde (ACS) para tratar e dialogar sobre as reivindicações da categoria.

Foram esclarecidas informações sobre os programas que recebem verba do Ministério da Saúde, calendário de pagamento e o concurso da Secretaria Municipal da Saúde (SEMS) que está em andamento. Estavam presentes os vereadores Neto Peças, Juarez Morais, José Carlos Assunção, Kennedy Gedeon, Uilma Resende e o relator da Comissão de Saúde da Câmara, Marco Lago.

Os vereadores solicitaram da secretaria dados sobre as áreas de cobertura, quantidade de agentes e produção dos mesmos. “Hoje, depois do levantamento, nós sabemos quais as áreas descobertas e fizemos projeto para contratar 89 agentes. Assim conseguiremos cobrir 100% da área urbana e rural de Timon”, explicou Leonardo Davis, assessor técnico de SEMS.

Atualmente existe 80% de área coberta pela atenção básica, com 330 agentes. Segundo Marcos Vinícios, tesoureiro da SEMS, o município entra mensalmente com contrapartida de 30% para reiterar o pagamento dos ACS. Os Programas de Saúde Bucal (PSB), Núcleo de Apoio à Saúde da Família, Samu e Programa de Saúde da Família são alguns que também recebem contrapartida municipal para fechar folha.

“Temos recebido com frequência os ACS e temos atendido às reivindicações da classe. Mesmo com as nossas dificuldades de orçamento, estamos em busca de solução que contemple a todos”, observa o secretario Márcio Sá.

 

Leia Mais.

Em 2014-08-21 13:34:00 - Por Ademar Sousa

 Alex Rodrigues - Repórter da Agência Brasil

Imagem: ClubesatViaturas da Receita Federal e PF nas empresas de Paulo Guimarães(Imagem:Clubesat)Viaturas da Receita Federal e PF nas empresas de Paulo Guimarães 

Alvo da Operação Sorte Grande, deflagrada ontem (20), pela Polícia Federal (PF) para desarticular um suposto esquema de sonegação fiscal e lavagem de dinheiro, o grupo empresarial Meio Norte, de Teresina (PI), divulgou nota em que afirma que a ação da PF, que contou com o apoio da Receita Federal, é fruto de “um grande e lamentável equívoco”.

“Não há sonegação fiscal em qualquer montante. E ao longo do processo será demonstrada cabalmente essa afirmação”, informa a nota que o grupo empresarial divulgou na noite de quarta-feira, em sites de notícias do Sistema Meio Norte de Comunicação e em páginas do grupo nas redes sociais. Ontem, durante todo o dia, a Agência Brasil tentou, sem sucesso, conversar com representantes legais da empresa.

Imagem: DivulgaçãoSede da PF em Teresina (PI)(Imagem:Divulgação)Sede da PF em Teresina (PI) 

Segundo a Polícia Federal, as empresas do Grupo Meio Norte são investigadas por sonegar contribuições previdenciárias e tributos utilizando laranjas e empresas offshore com sede nas Ilhas Virgens Britânicas, um paraíso fiscal. O esquema vêm sendo investigado desde 2006 e a PF estima que cerca de R$ 896 milhões foram desviados nos últimos anos.

“Inquérito policial não é sentença. Até mesmo denúncia não forma convicção de culpa. Nesta fase atropelada, tais acusações não passam de hipóteses não comprovadas”, argumenta a empresa, na nota, garantindo que “os fatos serão esclarecidos sem o estrépito dessas coações”, numa aparente referência aos mandados de busca e apreensão cumpridos por policiais em duas concessionárias e um hotel pertencentes ao grupo e à condução de 13 pessoas supostamente envolvidas com o esquema para prestar depoimento.

Imagem: DivulgaçãoClique para ampliarEmpresário Paulo Guimarães, dono do Grupo Meio Norte, prestou depoimento à PF em São Paulo(Imagem:Divulgação)Empresário Paulo Guimarães, dono do Grupo Meio Norte, prestou depoimento à PF em São Paulo

 Entre os suspeitos contra quem a Justiça Federal expediu mandados de condução coercitiva (quando a pessoa é conduzida à delegacia para prestar depoimento e liberado em seguida) está o empresário Paulo Guimarães, sócio majoritário do grupo empresarial. Localizado em São Paulo, na manhã dessa quarta-feira, Guimarães prestou depoimento na superintendência paulista da PF. Como o processo corre em segredo de Justiça, não foi possível apurar a identidade dos demais depoentes.



O sigilo das investigações também impediu que os delegados federais e o procurador da República que acompanham o caso fornecessem detalhes sobre as suspeitas. Durante o dia, a PF se limitou a informar que a composição societária de empresas do grupo que deviam à Receita Federal era frequentemente modificada e os ativos dessas empresas transferidos para falsos sócios ou empresas offshore. Os investigados então inscreviam as empresas desmontadas em programas de recuperação fiscal e, com isso, evitavam a imediata cobrança das dívidas, que eram renegociadas e parceladas. Como garantia do pagamento futuro, as empresas ofereciam bens de baixo custo, como cadeiras e aparelhos de ar condicionado.

Na nota que divulgou ontem, o Grupo Meio Norte revela detalhes sobre as suspeitas da PF e da Receita Federal, que, de acordo com a empresa, envolvem supostas e antigas irregularidades da operadora de sorteios que administrava o Poupa Ganha, espécie de bingo eletrônico que distribuía prêmios aos compradores sorteados e que chegou a ser vendido em outras regiões do país, especialmente em São Paulo. O Poupa Ganha foi fechado no ano 2000, após ser alvo de uma ação do Ministério Público Federal, PF e da Receita, e de a Caixa ter determinado que o valor dos prêmios distribuídos fosse ampliados.

“Em consulta ao inquérito policial, há relatos aos idos dos anos 2000, quando as empresas Poupa Ganha sofreram autuação fiscal fundada na suposição de que todo vendedor de cartela tinha vínculo trabalhista e que haveria, na prestação de contas, redução do número de cartelas vendidas. Isso engendrou falsa suposição de gigantesca sonegação fiscal”, afirma o grupo Meio Norte, apesar de os processos ainda não terem sido julgados.

Ainda de acordo com a empresa, o inquérito policial também faz menção às igualmente antigas suspeitas de irregularidades cometidas na gestão da distribuidora de medicamentos Imediata, desativada há anos. “Representantes de venda de remédios também foram vistos pela autoridade como empregados da empresa. Tal engano deu margem a autuação mirabolante. As empresas atuais não se ligam àquelas do passado, mas são objeto de investigação, sem, contudo, haver qualquer relação com as empresas investigadas no passado”, conclui o grupo empresarial na nota em que classifica a Operação Sorte Grande como uma “estrondosa operação policial, de caráter nitidamente midiático”.
Leia Mais.

Em 2014-08-20 20:18:00 - Por Ademar Sousa

Imagem: DivulgaçãoClique para ampliarJornalista Cristiana Lôbo,  do G1 e de O Globo(Imagem:Divulgação)Jornalista Cristiana Lôbo, do G1 e da Globonews

 Agora com Marina Silva no páreo como candidata do PSB à Presidência da República, o PT ajusta o discurso e mira nela para tentar impedir a migração de votos de Dilma que possa beneficiá-la. O discurso petista é o de que Marina é hoje muito mais próxima do PSDB do que de seu primeiro partido, o PT. E o ponto mais forte desta identificação é na política econômica. Neste primeiro momento, Marina cresceu conquistando votos de eleitores indecisos ou que pretendiam votar branco ou nulo, sem atingir o eleitorado de Dilma nem de Aécio.

Marina e Aécio têm o mesmo discurso para o comando da economia, dizem os petistas para instruir a militância do partido, sobretudo nas redes sociais. Eles insistem que os dois principais oponentes de Dilma têm hoje os mesmos formuladores de política econômica, com origem no que foi o governo Fernando Henrique. Assim, a partir de agora, os petistas vão insistir que, no caso de dificuldades na situação econômica, Marina e Aécio buscariam solução "no receituário amargo para o trabalhador, arrocho salarial e cortes na área social", como os dirigentes do partido têm repetido em reuniões internas com militantes.

Candidata à reeleição, Dilma Rousseff não quer entrar em embates diretos com seus oponentes. Ela tem dito que quer fazer uma campanha de propostas, mostrando as realizações de seu governo. Foi por isso que em seu primeiro programa eleitoral, na noite de terça-feira, o programa petista abusou de imagens sobre a construção de hidrelétricas, portos, aeroportos e estradas.

Mas, se Dilma não vai entrar na zona do ataque, isso será, segundo petistas, "terceirizado" para a militância ou estruturas alinhadas ao PT. É de lá, por exemplo, que vão partir outro tipo de ataque a Marina Silva: no quesito comportamento. Nas redes sociais, eles pretendem explorar compromissos de Marina com o discurso mais conservador, por exemplo, em relação ao casamento entre pessoas do mesmo sexto e aborto.
 

Imagem: DivulgaçãoClique para ampliarMarinha Silva  no páreo(Imagem:Divulgação)Marinha Silva no páreo

 Para eles, isso pode minar o crescimento de Marina entre o eleitorado mais jovem que vê nela uma alternativa moderna. Mas, quando o assunto é o comportamento, as posições dela não combinam com a expectativa deste público jovem.

O PT revê a estratégia para preservar os votos de Dilma que aparecem hoje nas pesquisas, o que lhe garante a dianteira nas pesquisas, mas trabalha com a certeza de que esta será mesmo uma eleição em dois turnos.   


(COm informações do Blog da Cristiana Lôbo, do G1)  


Imagem: MillerDesign-88341211DIVISOR-CLASSIFICADOS(Imagem:MillerDesign-88341211)DIVISOR-CLASSIFICADOS 

Imagem: Caju ComunicaçãoCasa Completa Construções Tel.: (99) 3212-5232 . Avenida Presidente Médici, 1985 - Bairro Formosa| CEP: 65.630-790 Timon (MA)(Imagem:Caju Comunicação)Casa Completa Construções Tel.: (99) 3212-5232 . Avenida Presidente Médici, 1985 - Bairro Formosa| CEP: 65.630-790 Timon (MA) Imagem: Divulgação
xxxx(Imagem:Divulgação)Faça denúncias e envie sugestões para este blog.  Faça parte deste time campeão de acessos todo dia!!! 
Leia Mais.

Em 2014-08-20 20:05:00 - Por Ademar Sousa

 
Clique para ampliarJoaquim Feitosa vira ex-comunista e apóia Alexandre Almeida(Imagem:Divulgação)Joaquim Feitosa vira ex-comunista e apóia Alexandre Almeida
 O ex-secretário de Planejamento de Timon, Joaquim Feitosa, decidiu abandonar a campanha do candidato a governador Flávio Dino (PCdoB) para declarar apoio ao deputado estadual Alexandre Almeida (PTdoB), aliado de Edison Lobão Filho (PMDB).

Feitosa era filiado ao PCdoB até um mês atrás, mas decidiu pedir a desfiliação. Ao blog do Elias Lacerda, ele disse ter percebido que dentro do PCdoB não teria espaço para sua ascensão política, já que pretende ser candidato a vereador em 2016.

Joaquim Feitosa afirmou que entrará com disposição na candidatura de Alexandre Almeida, ainda não decidiu em quem votará para federal, e deve declarar voto em Lobão Filho. 

O Blog do Gilberto Léda repercutiu essa adesão política de Joaquim Feitosa que abandona o barco comunista.
Leia Mais.

Em 2014-08-20 19:53:00 - Por Ademar Sousa

 Imagem: JB/Terra
Candidato a vice na chapa da ex-ministra diz que ela é vítima de Candidato a vice na chapa da ex-ministra diz que ela é vítima de "preconceitos despropositados" sem ser ouvida 

O vice na chapa do PSB à Presidência da República, deputado Beto Albuquerque (RS), sugeriu nesta quarta-feira que a candidata Marina Silva sofre preconceitos por ser uma mulher negra. Na chegada à reunião para oficializar a candidatura, o parlamentar disse que a companheira de chapa sofre preconceitos despropositados porque não é ouvida sobre questões polêmicas.

A resposta foi dada diante de uma pergunta sobre a resistência do agronegócio com a ambientalista. Beto, que tem a simpatia do segmento, disse que a candidata foi à Confederação da Agricultura e da Pecuária do Brasil (CNA) com Eduardo Campos no último dia 6 e que as propostas estão consolidadas.  Na ocasião, o então candidato, morto na semana passada em um acidente aéreo, precisou defender a companheira em uma questão sobre “radicalismo ambiental”.

“Acho que tem muita gente que tem preconceito com a Marina talvez porque seja uma mulher, talvez porque seja uma mulher negra, mas sem ouvi-la. Tem muita gente que ouve os outros falarem da Marina e acha que o que o outro disse sobre Marina é mais importante do que ouvir a Marina. Quem ouvir a Marina na campanha vai ver que há muitos preconceitos absolutamente despropositados que não são verdadeiros”, disse o deputado, que é líder do partido na Câmara.

Um dos articuladores da medida provisória que autorizou o plantio de soja transgênica no Brasil durante o governo Lula, Beto Albuquerque adotou o discurso feito por Eduardo Campos na CNA, segundo o qual a atual administração fez loteamento político do Ministério da Agricultura.

“Você tem que ter respeito com a agricultura brasileira, que é um motor importante de geração de renda, de geração de emprego, de desenvolvimento em grande parte dos Estados brasileiros e tem que ser administrada por quem sabe, não ser loteada, fatiada por partidos políticos como o governo atual fez. Pegou um ministério importante, de produção, de exportação, e fez uma rifa para ver quem dava mais para assumir”, disse.  

(Com informações do JB)  
 

Imagem: MillerDesign-88341211DIVISOR-SAUDE(Imagem:MillerDesign-88341211)DIVISOR-SAUDE 

Imagem: Divulgaçãoxxxxxxxxx(Imagem:Divulgação)
 
Leia Mais.